Gala de Encerramento “Pinhel – Cidade do Vinho 2020-2022”
Novembro 20, 2022
Mostrar tudo

Reunião de Câmara | 24-11-2022

O Executivo da Câmara Municipal de Pinhel esteve hoje reunido, tendo aprovado as Grandes Opções e o Orçamento para 2023.

A análise e votação das Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2023 foi o tema em destaque nesta segunda reunião do mês de novembro.

“Este é o Orçamento mais difícil de que me recordo”, começou por explicar o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, acrescentando que “o aumento do custo de vida (a vários níveis) e a inflação refletiu-se, já este ano, no aumento de despesas associadas à energia elétrica, aos combustíveis, à alimentação e aos transportes escolares, entre outras”.

Sendo 2023 um ano imprevisível, fruto destes aumentos associados à situação de guerra que se prolonga, o autarca pinhelense assumiu que, ao elaborar o Orçamento do próximo ano, “tivemos de nos adaptar e mudar algumas estratégias”. “Não vamos parar, mas temos seguramente de abrandar, tendo em conta o objetivo que fixámos de pôr as contas em dia”.

Assim, explicou Rui Ventura, “vamos reduzir o valor associado aos eventos de maior dimensão, sendo nossa expetativa reduzir em cerca de 50% as despesas associadas à realização da Feira das Tradições, das Festas da Cidade e do certame Beira Interior – Vinhos & Sabores”. Além disso, “em 2023 não iremos realizar a Feira Medieval”. “É uma decisão que não foi tomada de ânimo leve, mas que tem de ser”, acrescentou o autarca.

Já no que diz respeito às obras, “as que estão em curso e as que contam com apoio financeiro através dos fundos europeus, essas irão avançar”. De resto, obras que não tenham comparticipação, terão de aguardar.

O Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, concluiu a apresentação do Orçamento para o próximo ano garantindo que apesar dos cortes, “o Município de Pinhel continuará a apoiar as Famílias e as Empresas”, motivo pelo qual, por exemplo, os impostos municipais não irão aumentar, mantendo-se a gratuitidade dos transportes escolares e os apoios na ação social escolar, entre outros.

Apresentadas e discutidas as Grandes Opções que estiveram na base da elaboração do Orçamento para 2023, que contempla despesas e receitas na ordem dos 26 milhões de euros, o documento foi aprovado por maioria pelo Executivo Municipal, devendo agora ser sujeito a análise e votação por parte da Assembleia Municipal de Pinhel.