Beira Interior – Vinhos & Sabores | apresentação
Novembro 3, 2023
Seleção de Espanha venceu Torneio de Andebol Scandibérico
Novembro 6, 2023
Mostrar tudo

Executivo deliberou manter as taxas mínimas de IMI

O Executivo da Câmara Municipal de Pinhel esteve hoje reunido e, da ordem de trabalhos, destaque para a aprovação da proposta de manter as taxas mínimas de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), ou seja, 0,3% para os prédios urbanos e 0,8% para os prédios rústicos.

A par disso, a proposta aprovada contempla a redução ao abrigo do IMI Familiar, desconto feito automaticamente e cujo valor fixo foi reforçado: famílias com um filho dependente têm 30 euros de desconto; famílias com dois filhos dependentes têm 70 euros de desconto; famílias com três ou mais filhos dependentes têm 140 euros de desconto.

A par disso, a proposta aprovada contempla a redução ao abrigo do IMI Familiar, desconto feito automaticamente e que tem valor fixo: famílias com um filho dependente têm 20 euros de desconto; famílias com dois filhos dependentes têm 40 euros de desconto; famílias com três ou mais filhos dependentes têm 70 euros de desconto.

A este propósito, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, sublinhou o esforço que a autarquia tem feito ao longo dos últimos anos no sentido de abdicar de taxas mais elevadas de IMI, optando por aplicar as taxas mínimas.

Com as dificuldades que o Município está a sentir, seria oportuno aumentar o Imposto Municipal sobre Imóveis, o que possibilitaria aumentar as receitas. Ainda assim, e consciente de que também as famílias estão a sentir muitas dificuldades, o autarca pinhelense considera que o Município deve fazer este esforço e continuar a cobrar apenas as taxas mínimas.